segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

"Carteis"

A "Autoridade da Concorrência" (gosto desta moda das autoridades, lembram-me outros tempos, e então altas autoridades acho lindo) descobriu um "Cartel" das empresas fornecedoras de refeições a escolas, hospitais, prisões, etc...
Algo de curioso fervilhou no meu pensamento, será que descobriram este "Cartel" porque o prejudicado foi o Estado?
E porque não descobrem nada, em relação às gasolineiras, quando somos nós individualmente os prejudicados?
Estranho ou curioso?

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Televisão interessante

Neste momento estão a interromper um programa na RTP1 para mostrar em directo o sorteio da Liga dos Campeões.
Muito interessante, mas como se isto não bastasse ainda temos um Senhor perito nestes assuntos a comentar o sorteio. Dá a opinião sobre quais as equipas que interessam mais aos clubes portugueses.
Mas aquilo não é um sorteio? Pode calhar qualquer um, ou não? Então o que interessa saber qual a equipa que é melhor para calhar ao clube luso.
Nunca percebi o interesse da visualização destes ou de outros sorteios, como o Euromilhões por exemplo, em directo.
E para além disto tudo tem que se ter em consideração qual o "público alvo" destes programas de televisão que, digo eu, se calhar não estarão interessados nestes sorteios.
Ainda bem que a RTP vive dos nossos impostos, porque ao menos fazem bem o seu papel de interesse público.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Sismo esta madrugada?

















Qual sismo?
Não senti nada, a única coisa que senti esta noite foi o miúdo a mexer-se no berço.
Cada um sente o que pode.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Aumento de Impostos? Onde?

Segundo uma carta recebida da companhia de seguros AXA, o orçamento de Estado para 2009 impôs a duplicação da Taxa de INEM (Taxa para eles, para mim imposto).

Será que este aumento de 100% vai traduzir-se num aumento da eficácia e meios do INEM? Será?

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Abertura do Jornal da Tarde

A abertura do telejornal hoje é o sorteio dos play-off do acesso ao Mundial de Futebol de 2010.
Em directo.
Muito interessante, nem podíamos passar sem ver o sorteio, ainda mais em directo.
Não vá falhar alguma coisa ao telespectador.
Televisão com prioridades estranhas...

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Nuno Teotónio Pereira em documentário







A RTP2 vai exibir no sábado, 17 de Outubro, às 21 horas, Um Homem na Cidade, um filme de Joana Cunha Ferreira sobre o arquitecto Nuno Teotónio Pereira.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Noite Autárquicas 2009

Para mim houve uma coisa que me marcou nesta noite, a importância de Sintra em Portugal.
Nenhuma.
A estação televisiva do Estado abriu o programa especial autárquicas 2009 com a projecção para os municípios que julgou importante, e foram Lisboa (percebe-se pois é a capital), Porto (percebe-se porque é tradicionalmente a segunda cidade de Portugal), Oeiras (não percebo) e Matosinhos (ainda percebo menos).
Sintra o segundo município mais populoso do país (445.872 hab.) não apareceu, e só foi falado a meio da noite.
Estranho este critério, uma vez que penso que as autarquias representam as pessoas, e vendo pela noite das autárquicas isso não foi tido em conta. Enfim é a força que Sintra tem, será por isso que há muitos anos que não temos candidatos fortes e interessantes?

Dados do INE de 2008 para se poder fazer uma comparação:
Lisboa - 489.562 hab.
Sintra - 445.872 hab.
Gaia - 312.742 hab.
Porto - 216.080 hab.
Oeiras - 172.021 hab.
Matosinhos - 169.261 hab.

E tudo indica que Sintra passe a primeiro brevemente

domingo, 11 de outubro de 2009

Campanha Abraço - Cabos



Seja solidário e dê uma ajuda.
Entregue os cabos que não necessita: indo a uma estação dos C.T.T. pede uma embalagem solidária, coloca os cabos e selecciona a Abraço de entre as várias instituições, e os CTT fazem-nos chegar a caixa gratuitamente; indo a um Centro Comercial "Dolce Vita", e colocando os cabos nas casas depósito.

sábado, 10 de outubro de 2009

O sitio de um amigo

O meu amigo e Arquitecto Delfim Martins já tem um sitio na internet.













Alterado a 14-10-2009

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Jogos Olímpicos 2016






















Os Jogos Olímpicos de 2016 irão realizar-se no Rio de Janeiro. Madrid foi derrotada na final a favor da cidade brasileira.
Nem para ir ao jogos olímpicos o "TGV" vai servir, que falta de sorte...

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Hospital S. Francisco Xavier

É impressão minha ou esqueceram-se de alguma coisa quando pensaram colocar aqui o hospital?
Onde está o estacionamento? É o caos.
No país onde o que é preciso é fazer, maior parte das vezes fazem mal.



















Imagem retirada do Google Earth

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Conceito de Inauguração

O conceito de inauguração em Portugal é muito estranho. Quando se inaugura algo é suposto ficar a funcionar ou ficar aberto após a inauguração.
Em Portugal inaugura-se não se sabe para quê nem para quem. O governo inaugurou hoje de manhã a nova Auto-Estrada A16 que vem, dizem eles, descongestionar o IC19.
Ao fim do dia ao ir para casa, pensei inocentemente, vou pela nova auto-estrada, que passa ao pé da minha casa para ver se dá jeito.
Estranho estava fechada tal e qual como antes da inauguração.
Estranho, muito estranho.

Comunicação do Presidente da República ao País

A única coisa que percebi do discurso, foi que deve ter sido escrito pela Sra. Dra. Manuela Ferreira Leite.
Não percebi nada.

"Escutas" e politiquices

Com todo este caso, atrapalhado e sem explicações convincentes, só vejo que aconteça uma coisa na sociedade portuguesa.

O aumento da abstenção.

Eu acho que os políticos, quaisquer que eles sejam, só colocariam os interesses de Portugal acima de qualquer outros, quando a abstenção chegasse a 80% (já que 100% ser impossível). E mesmo assim tenho as minhas dúvidas (ingénuo), porque a culpa seria sempre dos portugueses que não vão votar e não destes senhores que retiram a cada dia que passa a vontade de ir lá dar o nosso voto.

Também há asfixia democrática, mas o que há mesmo é Afundamento da Democracia. Pode ser que um dia quando acordarem seja tarde demais.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Investigações e buscas

Começaram as buscas sobre o caso "Compra dos Submarinos".
Será que também começaram os acordos pontuais, fruto dos resultados das legislativas do passado Domingo?
Estranho...

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Comboio de Alta Velocidade

Tenho a sensação que os comboios que vão andar por aí a alta velocidade vão estar como a maioria dos estádios que se construíram para o Euro 2004 - VAZIOS.
Tem piada que o responsável é o mesmo... curioso.

Legislativas 2009

Para mim ainda nenhum partido disse a verdade sobre estas eleições.

Quem ganhou claramente foi a abstenção.

Ouvimos as declarações da noite eleitoral e percebemos que ninguém está realmente interessado em alterar a situação da abstenção.
Para mim é estranho que a maioria não esteja interessada nas eleições e nem vá votar.
Mas é de facto o país que merecemos, porque ele é feito por nós.
Enquanto os partidos vierem com discursos de vitória quando toda a gente percebeu que perderam, então a abstenção só pode continuar a aumentar.
E quando virmos as jogadas que vão fazer para poder governar contra tudo o que disseram na campanha, então a abstenção só pode continuar a aumentar.

Os políticos nacionais ainda não perceberam que há uma grande fatia da população que não acredita neles e não vota e outra que vota mas que igualmente não acredita neles.
Continuem assim que vamos longe.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

O que se passa com Portugal?

O que se passa com o meu país?
Estamos em crise há 20 anos...
O futuro de Portugal é o Turismo pelo menos há 30 anos...
Que futuro tem este país?

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Será propaganda eleitoral?

A Câmara de Sintra enviou uma carta juntamente com o horário de funcionamento de uma empresa, o qual todos os anos é remetido às empresas e com a respectiva taxa (imposto).
Nesta carta vem um texto extraordinário, que me soa a propaganda eleitoral, estarei a ser insensível à bondade da autarquia? Será que foi para todas as empresas? E porquê logo este ano e em vésperas de eleições. Serão só coincidências de certeza, não sejamos "mauzinhos".

Transcrição integral da carta, façam o vosso juízo:

"Caro(a) empresário(a)
Tendo em consideração as mudanças operadas na economia global e local, os factores da dinâmica concelhia e atendendo à manifesta relevância da actividade desenvolvida por V.Exa., foi aprovado na Assembleia Municipal sob proposta da Câmara a isenção do pagamento do horário de funcionamento respeitante ao ano de 2009, tendo esta isenção efeitos a contar da entrada em vigor desta norma e só até ao final do corrente ano.
Face ao exposto remete-se a V.Exa o horário do ano 2009 devidamente actualizado.

Sintra, 26 de Março de 2009

O vereador
(João Lacerda Tavares)"

E há ainda outras coisas extraordinárias, a carta é de Março deste ano e só chega em Setembro (vésperas das eleições) e é válido até ao fim do ano, que acaba daqui a 4 meses.
A política em Portugal é realmente muito estranha, mas infelizmente a maioria acha tudo perfeitamente normal e assim continuamos.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Despedidas nas férias












Hoje despeço-me da piscina nestas férias. Banhos nesta só para o ano, em princípio.
Esta água é uma perdição, principalmente em dias de calor

domingo, 16 de agosto de 2009

Férias à espera

Estas férias têm sido de espera.
De espera de alguém que mudará as nossas vidas para sempre.
Então esperemos que a espera não se prolongue muito.
Sinto-me literalmente à espera.

"Directiva" da ERC

Ler aqui para perceber melhor.
Penso que para cumprir esta directiva "patética" no programa da manhã da RTP1, quando entrevistam os Presidentes de Câmara e lhes perguntam o que pensam fazer no próximo mandato, a seguir deviam levar os opositores e fazer-lhes a mesma pergunta.
Ou não?

sábado, 15 de agosto de 2009

Mentiras ou meias verdades para enganar

Os Socialistas estão muito preocupados porque a líder do PSD não apresenta o programa para as próximas eleições. Não era suposto preocuparem-se em mostrar o trabalho que fizeram e o que pensam fazer se voltarem a ser governo?
Dizem eles que a oposição já devia ter apresentado as suas ideias há muito tempo.
Já dizia o Frei Tomás, "faz o que eu digo não faças o que eu faço". Em 2005 nas eleições ganhas por José Sócrates, que se realizaram a 20 de Fevereiro, o programa do PS tem a data de 21 de Janeiro do mesmo ano.
Ora portanto com menos de um mês de antecedência, não percebo esta preocupação repentina por parte do partido de governo.
Será que queriam ideias de borla? Ou alguma coisa para criticar já que não conseguem fazer auto-critica?

Se estão mal mudem-se

"Moita Flores candidato laranja recusa votar em Manuela."
Título de uma notícia no jornal Expresso de dia 15-08-2009.
Queixa-se do "sistema" em que o país está mergulhado e o PSD por consequência.
Até aqui posso estar de acordo, agora continuar a aproveitar o "sistema" para se candidatar novamente para a Câmara Municipal de Santarém, já me parece um pouco estranho.
Porquê aproveitar a ajuda de alguém em quem não se confia e não se está de acordo? Será que está a pactuar com o "sistema" que denuncia?
A política neste país é muito estranha.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Desemprego nos 9,1% no 2º trimestre

Será que o Sr. Primeiro Ministro vai sair da "toca" onde se encontra para dizer que o aumento da taxa de desemprego no 2º trimestre é o resultado das políticas do governo?
Pois foi isso que ontem fez para explicar o crescimento de 0,3%.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Gripe A

Ainda não me tinha apetecido nada escrever sobre este assunto, mas depois de ver o "post" de Nuno Markl no seu blog, não podia deixar de escrever que estou de acordo com ele.
Ainda não sou pai, está para muito breve, e também tenho os receios que o Markl aponta e muitos outros.
Mas penso que para o nosso bem e o dos nossos, temos que estar atentos e seguir as regras recomendadas e as que achemos necessárias para além dessas, mas sem "paranóia". Senão além de infectados ficamos loucos, e para loucos não é preciso estarmos infectados.
Uma coisa de cada vez por favor.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Estão a ir-nos ao bolso!

E descaradamente, e nós deixamos.
Vi um carro que gostei, fui ao "site" ver mais informações sobre ele, quando não é o meu espanto que custava a módica quantia de 81.200€.

Fiquei de boca aberta pois não estava nada à espera.

Mas pior foi constatar que o mesmo veículo custava em Espanha 47.750€, em França 46.100€, na Alemanha 46.470€ (apesar de parecer ser o modelo abaixo), em Itália 48.900€.

Se isto não é roubo não sei o que é...

Expressões de grávida

Devia ser proibido as grávidas, em fim de gravidez, dizerem algumas frases.
Por exemplo, a meio da noite devia ser proibido dizer, estou toda molhada (em resposta a um inocente, está tudo bem?).
Um tipo salta logo da cama a pensar que é agora que vamos para a clínica. Foi falso alarme, era só suor do calor.
Ainda me dá uma coisinha.

"...Sintra primeiro!"?







Fotografia tirada do "site" da candidata
Mas não venceu primeiro para a Europa?
Então o que está primeiro afinal?

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Tertúlia na Ordem dos Arquitectos Portugueses

Porque é que há um ciclo de tertúlias na OA-SRS (Ordem dos Arquitectos Portugueses - Secção Regional Sul) com o nome "What are you doing - WAYD"?
Não consigo perceber esta necessidade de os portugueses darem nomes ingleses às coisas que fazem.
Percebo quando há uma necessidade de internacionalização, e mesmo aí é discutível. Mas neste caso, os participantes são portugueses, a iniciativa realiza-se em Portugal, porquê um nome inglês?

quarta-feira, 1 de julho de 2009

"Walkman" faz 30 anos



O walkman faz hoje 30 anos que saiu a primeira vez para a rua, para nos acompanhar no dia a dia com as músicas que mais gostamos.
Ouvi a notícia na rádio Antena3, onde disseram que a BBC convidou um jovem para desistir dos mp3/4 e andar só com um walkman e uma colecção de cassetes cheias de músicas. Parece que o jovem em questão demorou 3 dias a perceber que a cassete tinha dois lados.
Esta juventude...
A apresentadora riu-se e disse que hoje em dia a tecnologia facilitou muito as coisas.
Não concordo.
Hoje em dia primeiro tem que se saber usar um computador, saber navegar na internet, saber fazer download de músicas, saber sincronizar os aparelhos com o computador, saber mexer nos leitores de mp3/4. E ainda dar conta dos sucessivos erros e incongruências de todos estes passos. E depois lá se pode ouvir a tão desejada música.
Antigamente ia-se à loja, comprava-se a cassete, colocava-se no walkman, carregava-se no botão de play e ouvia-se a música.
Mais simples hoje em dia? Talvez para aqueles em que a tecnologia por mais parva que seja é mais compreensível do que as coisas mais simples da vida.
As cabeças modernas são assim, um bocado estranhas e tão formatadas....

terça-feira, 30 de junho de 2009

Censura no Irão? Cá não....

Onde se pode ouvir esta música? Em que rádio? Em que Televisão?
Como no Irão, viva a internet.

v

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Internet Banda Larga móvel










Algo se passa nos operadores de internet em banda larga móvel, que é muito estranho e ao qual não encontro resposta.
Porque é que sempre que um lança um tarifário novo, os outros logo de seguida aparacem com um também? Nada seria estranho se o tarifário não fosse exactamente igual.
Haverá uma explicação?
Onde anda a entidade que controla a concorrência?
Será uma "cartelização" inexistente igual à das gasolineira,?
Será que a entidade da concorrência tem uns óculos iguais aos do Banco de Portugal, que nada vê e acha tudo normal?
Estranho, mas também num país estranho como o nosso o contrário não seria de esperar.

terça-feira, 9 de junho de 2009

Eleições Europeias 2009

Para além dos perdedores óbvios e declarados, também o são as empresas de sondagens.
É impressão minha ou foi das poucas ou única vez que se enganaram redondamente.
Terão sido as sondagens encomendadas? Todas acho demais...

sexta-feira, 5 de junho de 2009

44º Festival de Sintra









de 5 de Junho a 5 de Julho
Programa e preçarios aqui

Cuidar da nossa "casa"

Hoje é lançado o filme "Home" de Yann Arthus-Bertrand, que fala do planeta Terra e da sua evolução ao longo dos tempos.

É bom vermos (em portugês e numa bonita voz) e reflectirmos.
Também se poderá ver hoje na RTP2 às 20:30h.

































fotos tiradas daqui


segunda-feira, 1 de junho de 2009

terça-feira, 26 de maio de 2009

"Eles andem aí"




















Nos próximos dias não tropecem neles...

Será inveja nossa?



Este país está a passar dificuldades? Não parece...
Nunca percebi porque é que têm de ser carros de luxo?
Se gostam tanto de passar a mensagem de comprar o que é nosso, porque não ajudam a única fábrica que interessa (pelo menos é o que parece), a Autoeuropa e compram carros produzidos em Portugal, bem sei que a marca não é portuguesa mas infelizmente as que tínhamos acabaram (era bonita vê-los de UMM).
Bem sei que alguns dirão que é demagogia, pois é, as verdades às vezes são apelidadas disso...

As Mentiras também...

quarta-feira, 11 de março de 2009

Polaroid








































Podiam ser fotografias antigas tiradas com uma polaroid, mas não, são tiradas com uma DSLR actual e convertidas com efeito "polaroid".
Inventam tudo hoje em dia.

domingo, 8 de março de 2009

Magalhães com erros! Surpresa?














Quando num grupo de pessoas se diz que o "magalhães" tem erros de português toda a gente acha piada, mas se pararmos e pensarmos só podíamos chorar. Não percebo como nos rimos dos erros num instrumento que deveria ajudar no ensino dos portugueses. Era a mesma coisa de troçarmos dos erros nos manuais escolares, nos testes feitos pelos professores, nos livros que estão na biblioteca das escolas, etc... Talvez isso só mostre a importância, do "magalhães", que será mais política que outra.
Mas também não me espanta assim tanto pois o Ministério da Educação tem vindo nos últimos anos a não se preocupar com a questão dos erros de português na educação dos portugueses.
Devemos continuar a pensar que o que é preciso é modernizar o país a qualquer custo?

quarta-feira, 4 de março de 2009

Simplex 2009









Declarações do Sr. Primeiro Ministro José Sócrates na apresentação do Simplex para o Ano 2009:
"O combate à burocracia é como uma roda quadrada, quando deixamos de empurrar empanca e pára... O simplex veio para ficar como uma política absolutamente fundamental, uma linha política de redução dos custos administrativos, de combate à burocracia mas de afirmação de uma administração pública mais eficiente e mais preparada, mais moderna e em melhores condições de servir o país."

Que o combate à burocracia é necessário e urgente, todos temos que concordar. Que este governo tem tomado medidas para a desburocratização da função pública também é verdade, apesar que também é verdade que nem todas bem sucedidas e lógicas.
Agora dizer que serve para reduzir os custos administrativos, já me parece discutível, claro que a intenção deveria ser essa mas essa redução é à custa de quem? e como?
Será conforme o exemplo das declarações de resíduos produzidos pelas empresas?
Declarações essas que sempre foram realizadas em papel, enviadas pelas empresas que fazem o transporte e tratamento e onde era acrescentado a restante informação pelas empresas produtoras e seguidamente enviada para a entidade competente. O ano passado, penso que por causa do simplex e bem, passou a ser descarregada essa informação num site concebido para o efeito, que depois da inscrição se preenchia os formulários com os dados mais uma vez enviados pela empresa que trata e transporta os resíduos em causa. Este formulário não é mais que uma estatística com a informação do tipo de resíduo e sua quantidade. Mas por incrível que parece passou a ser cobrada uma taxa (imposto?) para essa inscrição no pomposo SIRER (que já era o ex-INR).
Este ano lembraram-se de agrupar vários serviços idênticos ao SIRER mas com outros nomes e passou-se a chamar SIRAPA, lá vão mais uns milhares para alterar papel timbrado, sites, placas nos gabinetes, registos aqui e ali. Será que nos próximos anos lembram-se das restantes vogais e teremos SIRIPI, SIROPO ou SIRUPU?
Ma o mais engraçado é que com esta alteração tem que se pagar nova inscrição que será renovada todos os anos, para mim isto é um imposto.
Será que é a isto que o Sr. Primeiro-Ministro se refere quando fala em "redução dos custos administrativos"? Parece-me efectivamente o contrário, pois quando se enviava em papel a informação e tinha que ser introduzida pelos funcionários do Estado nas bases de dados não se pagava, agora que somos nós que temos o trabalho todo já se paga? Estranho não Sr. Primeiro-Ministro? Talvez seja para pagar o site, que ao que parece é feito por funcionários da "casa", o que talvez explique a sua mediocridade.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Estará a precisar de óculos?















O cartaz pode ser de gosto duvidoso, mas um ataque pessoal? Não será político?
Ou será que o Sr. Primeiro Ministro está tão egocêntrico que só vê no cartaz a sua figura e esquece-se da denúncia de uma promessa não cumprida?

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Mário Crespo a fazer de conta...

Artigo de opinião do jornalista Mário Crespo no Jornal de Notícias de 09-02-2009.

"Está bem... façamos de conta

Façamos de conta que nada aconteceu no Freeport. Que não houve invulgaridades no processo de licenciamento e que despachos ministeriais a três dias do fim de um governo são coisa normal. Que não houve tios e primos a falar para sobrinhas e sobrinhos e a referir montantes de milhões (contos, libras, euros?). Façamos de conta que a Universidade que licenciou José Sócrates não está fechada no meio de um caso de polícia com arguidos e tudo.

Façamos de conta que José Sócrates sabe mesmo falar Inglês. Façamos de conta que é de aceitar a tese do professor Freitas do Amaral de que, pelo que sabe, no Freeport está tudo bem e é em termos quid juris irrepreensível. Façamos de conta que aceitamos o mestrado em Gestão com que na mesma entrevista Freitas do Amaral distinguiu o primeiro-ministro e façamos de conta que não é absurdo colocá-lo numa das "melhores posições no Mundo" para enfrentar a crise devido aos prodígios académicos que Freitas do Amaral lhe reconheceu. Façamos de conta que, como o afirma o professor Correia de Campos, tudo isto não passa de uma invenção dos média. Façamos de conta que o "Magalhães" é a sério e que nunca houve alunos/figurantes contratados para encenar acções de propaganda do Governo sobre a educação. Façamos de conta que a OCDE se pronunciou sobre a educação em Portugal considerando-a do melhor que há no Mundo. Façamos de conta que Jorge Coelho nunca disse que "quem se mete com o PS leva". Façamos de conta que Augusto Santos Silva nunca disse que do que gostava mesmo era de "malhar na Direita" (acho que Klaus Barbie disse o mesmo da Esquerda). Façamos de conta que o director do Sol não declarou que teve pressões e ameaças de represálias económicas se publicasse reportagens sobre o Freeport. Façamos de conta que o ministro da Presidência Pedro Silva Pereira não me telefonou a tentar saber por "onde é que eu ia começar" a entrevista que lhe fiz sobre o Freeport e não me voltou a telefonar pouco antes da entrevista a dizer que queria ser tratado por ministro e sem confianças de natureza pessoal. Façamos de conta que Edmundo Pedro não está preocupado com a "falta de liberdade". E Manuel Alegre também. Façamos de conta que não é infinitamente ridículo e perverso comparar o Caso Freeport ao Caso Dreyfus. Façamos de conta que não aconteceu nada com o professor Charrua e que não houve indagações da Polícia antes de manifestações legais de professores. Façamos de conta que é normal a sequência de entrevistas do Ministério Público e são normais e de boa prática democrática as declarações do procurador-geral da República. Façamos de conta que não há SIS. Façamos de conta que o presidente da República não chamou o PGR sobre o Freeport e quando disse que isto era assunto de Estado não queria dizer nada disso. Façamos de conta que esta democracia está a funcionar e votemos. Votemos, já que temos a valsa começada, e o nada há-de acabar-se como todas as coisas. Votemos Chaves, Mugabe, Castro, Eduardo dos Santos, Kabila ou o que quer que seja. Votemos por unanimidade porque de facto não interessa. A continuar assim, é só a fazer de conta que votamos."

domingo, 8 de fevereiro de 2009

99 anos

É um grande feito alguém chegar aos 99 anos e ainda com bastante independência.
Só falta um ano para o século e com força lá chegará.
Parabéns avô.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Resitir à crise

Como resistir à adversidade e seguir em frente, notícia na Agência Financeira.
É preciso mais exemplos destes, que não só seguram os postos de trabalho como criam riqueza para o país.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Carro "Ikea"

Esclarecimentos precisam-se

"Juízes dizem que poder político tem acesso a processos mesmo em segredo de justiça" - ytítulo de notívia na TSF.
Como o nosso Primeiro-Ministro gosta muito de esclarecer os jornalistas (e não os portugueses, porque ele governa para os jornalistas...), também podia vir fazer uma conferência de imprensa explicar se trata de mais "poderes ocultos".

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

IC19 - Uma vergonha

O IC19, itinerário que liga Sintra a Lisboa, é segundo os jornais, a estrada mais movimentada da Europa! Este tipo de notícia suscita sempre alguma desconfiança, mas está bem, acreditemos que sim.
Se é assim, então justificava-se sem pensar duas vezes que ao alargar e reabilitar, como aconteceu nestes últimos anos, se usassem as melhores técnicas de construção de estradas. Mas não foi nada disto que aconteceu. Desde sinais mal colocados, saídas mal desenhadas, soluções de escoamento de águas duvidosas. Mas o mais gritante é realmente a qualidade do alcatrão empregue.
O alcatrão é todo ele de uma qualidade que nem para um parque de estacionamento de um qualquer supermercado. Basta uma chuva fraca para o pavimento ficar alagado, levantando-se um "nevoeiro" formado pela água à passagem dos carros, que não deixa ver nada.
É nisto que é empregue o nosso dinheiro? Ao contrário do que dizem, assim mais valia não fazer nada...
E já agora, para o desenho das saídas, e distância entre saídas e entradas e afins, há cálculos que se fazem. Eu que não sou da área de construção de estradas, mas que aprendi a fazer esses cálculos em cadeiras do curso de planeamento urbano, olho para o que está feito em muitos sítios e só penso quem terá sido o "urso" que fez aquilo.
Bem sei que muitas vezes se faz o possível para o local em causa, para o espaço disponível, mas penso que numa estrada como esta tem que se tentar até ao máximo o melhor, e infelizmente não foi isso que aconteceu.

sábado, 17 de janeiro de 2009

Contradições Portuguesas

O cartaz turístico de Portugal é abundantemente inundado por paisagens naturais que só nós temos para oferecer e cuja intervenção humana é diminuta, mas depois a grande maioria dos turistas que nos visitam ficam num litoral com um amontoado de betão que mostra bem o que de pior o Homem faz pelo planeta.
O Estado português é hábil a fazer leis de Ordenamento do Território que dificultam tudo e mais alguma coisa, claro com as suas excepções que estragam e permitem tudo, e depois o mesmo Estado inventa os "PIN - Projectos de Interesse? Nacional" que permitem ir contra todos os planos e leis aprovadas pelo mesmo.
Até agora o limite de adjudicações sem concurso era de 150 mil Euros mas o Governo para fazer frente à crise económica aumentou para 5 milhões (coisa pouca), uma exepção durante 2 anos. Já sem contar que o provisório em Portugal facilmente chega ao definitivo, não seria mais razoável agilizar os concursos para serem mais céleres e responderem melhor às solicitações da sociedade, em vez de tornar facilitado o aumento da corrupção?
Parece-me que além de uma crise económica que não é só de agora, há uma forte crise política e social neste país "à beira mar plantado".